terça-feira, 3 de novembro de 2009

Tem um episódio de "Friends" em que o Chandler e a Monica tentam descobrir quem é o pai biológico do bebê que eles vão adotar. A mãe biológica deles conta duas histórias, de dois homens completamente diferentes. Um deles é o capitão do time de futebol, sonho das meninas, muito bonito. O outro está na cadeia. Acusado de matar o pai com uma pá. Chandler e Monica passam a noite acordados, preocupados com a possibilidade do pai do bebê ser o assassino da pá. Aí a Monica fala que talvez não seja, talvez seja o jogador de futebol. E o Chandler responde:

- Honey, that's US. OF COURSE it's the shovel killer.

Isso resume minha vida. Eu sempre achei que fosse o "shovel killer". Afinal, sou eu. Alguém cuja história de vida daria, sim, um roteiro de filme do Almodóvar. E nem é exagero nem pretensão, é fato. Pode perguntar pra qualquer amigo meu.

Hoje eu tirei da gaveta uma história que estava guardada e que eu pretendia deixar lá para sempre. Mas, às vezes, não é o "shovel killer". Às vezes pode ser o atleta. Só é preciso coragem para ir atrás dos fatos. Os fatos vieram até mim, e agora eu só preciso encará-los, até o fim. Mesmo que doa. Mesmo que o "shovel killer" permaneça e eu tenha que guardá-lo novamente naquela gaveta. Mas não custa tentar.

3 comentários:

Caco disse...

Confesso que tenho uma curiosidade bastante acima do normal para saber melhor sobre tua história. Curiosidade genuína mesmo. Me conta uma dia? Pelo menos um pedaço dela?

Beijos
CACO

Anna Carolina disse...

eu tb tenho essa curiosidade.

gislane disse...

Engraçado como a maioria das pessoas também pensam assim né?! Pelo menos eu tbm penso haha
Pra começo; os unicos dias que jogo na loteria (aqui na Bélgica) é quando cai numa sexta feira 13, pq eles chamam da loteria do azarado, dai penso, se eu for ganhar, só sendo nesse dia rs.