segunda-feira, 22 de março de 2010

Camila Empreendimentos S.A.

Eu não nasci com grandes talentos. Não sou bailarina, não sei pintar, não sei fazer contas de cabeça, sei cozinhar mas não a ponto de poder trabalhar com isso. Dar aulas de Inglês é o que sei fazer. Escrever em blog também, mas isso não serve como atividade lucrativa. Então não adianta eu querer investir em meus talentos, pois não tenho muitos. Se eu quiser prosperar, terei que investir naquilo que sei fazer. Não só que sei, mas que gosto de fazer.

Tive que pensar em tudo isso no começo desse ano. Passei um final de ano na poveza e no stress de não saber como faria para sobreviver e pagar as contas. Eu tinha que fazer algo porque eu sou sozinha e meu futuro só a mim pertence. Eu tinha que me conscientizar de que alunos particulares são extremamente instáveis. O que fazer? Eu não queria voltar a dar aulas em escolas de inglês, não agora, que sei a maravilha de trabalhar sem chefe e ser dona do próprio nariz. Claro, ser dona do próprio nariz implica em não ter pacote de benefícios e nem 13º salário. Mas, convenhamos, os pacotes de benefícios oferecidos pelas escolas são um vexame. Portanto, sem grandes perdas.

O que fazer, o que fazer? Foi então que peguei um punhado de terra do chão, levantei minha mão, deixando a terra escorrer por entre meus dedos e disse, com a voz embargada pela emoção: "NUNCA MAIS PASSAREI FOME DE NOVO". Levantei-me daquele chão árido e... Bem, não foi bem assim, mas acho que deu pra entender. Foi quando me caiu a ficha de que eu devia fazer aquilo que eu já deveria ter feito, desde 2007. Eu tenho empresa aberta, CNPJ, vamos deixar a bichice de lado e aprender a ser micro-empresária direito? Vamos parar com o "ah, mas nunca vou querer ser supervisora/chefe/coordenadora/dona" de lado e enfrentar a situação e meter os peitos e caminhar e cantar e seguir a canção?

Pois é, aí eu me decidi por isso. Investir naquilo que sei. E agora tenho uma empresa de aulas personalizadas, que é basicamente o que eu já fazia, mas agora tenho 3 professores colaboradores comigo. Estamos começando, caminhando a passos lentos, mas acredito que essa seja a maneira de alcançar estabilidade e de melhorar minha qualidade de vida. Dá muito trabalho, eu tenho trabalhado pra cacete, mas vejo uma luz no fim do túnel.

E como hoje em dia você não é ninguém na noite se não tiver um site, aí vamos nós:

Evolve Languages

Fiz o site todo sozinha e ainda pretendo acrescentar algumas coisinhas. Assim como também pretendo fazer o blog do site, com dicas de inglês e afins.

Quem puder divulgar, eu agradeço imensamente! Há sempre um conhecido, amigo, colega de trabalho querendo fazer aulas, então podem passar o endereço do site. E se a empresa onde você trabalha não oferecer o benefício de idiomas aos funcionários, converse com o RH - os preços dos cursos da minha empresa são bem competitivos, hohoho.

E é isso, pessoal. Torçam por mim!

10 comentários:

Menina Dedê disse...

Nussa, que orgulho! Que chiiiiique.

(o linque aqui no blogue está quebrado, though).

Posso contar que achei um errinho besta de digitação? Brazilian tá com letra minúscula. E uma sugestão: Colocar o testo da página de contato em inglês também.

Outra coisa: que material você usa pra dar aula de português? Queria começar a fazer o mesmo por aqui :)

Mari Biddle disse...

To torcendo por vc! Com bichices ou sem bichices, You Go Girl!! Assim, em maiusculas mesmo.

bjks

Patricia Scarpin disse...

Muita torcida aqui - e admiração também!
Beijo!

A Treva disse...

Que lega..é isso mesmo...só colocando a mão na massa ou na areia (adorei essa parte) pra dar certo.Sucesso e boa sorte pra vc!!!
Bju

Rafael P disse...

Parabens, muito bacana o site da Evolve.
Sempre passo por aqui mas acho que nunca comentei.
Tenho uma sugestão, em sp existem vários english clubs, não sei se vc conhece, mas eles costumam a se encontrar periodicamente para um happy hour e nesses encontros tem sempre uma possibilidade de fazer um networking. E o linkedin, sempre tem um gringo lá procurando tradutor.
Abs e boa sorte.
Rafael

Loo disse...

posso falar? dá pra usar SIM sua habilidade para escrever em blog como atividade.
#perguntemecomo

Bia Anchieta disse...

Orgulho da prima!

Temos que correr atrás daquilo que nos sustenta e nos faz feliz.Fiquei contente com a tua iniciativa! Vamo que vamo, que vai dar certo!
= )

lilla disse...

Eu já disse tudo pessoalmente, né? Vc ARRASA! Já falei, fica rica logo :)
E eu não tenho site, ainda não sou ninguém no jogo do bicho =/

Caco disse...

Aula de empreendedorismo!
Adoro!
Parabéns pela iniciativa.
Vai dar muito certo.
Num país que vai receber Copa do Mundo E Jogos Olímpicos e onde ninguém fala inglês direito, há um imenso campo de trabalho a ser explorado.

bjão
CACO

simone disse...

chu, eu tenho que discordar quando você diz que não tem grandes talentos: ser professora não é nada fácil. cresci vendo minha mãe preparando aulas, corrigindo provas e lidando com alunos, então sei bem que não é suficiente só a vontade de dar aulas... passar conhecimento a diante é uma tarefa bem árdua. e isso você parece fazer muito bem. voilà, seu talento! :)

boa sorte pra você com a empresa!!! :)