terça-feira, 16 de setembro de 2008

Essa minha TPM que me mata...

Quando você desliga o telefone na cara do seu rapaz sem motivo algum, só porque entendeu algo que ele disse da maneira como sua loucura quis, é hora de dar com a cabeça na parede. Ou, menos dolorido, é hora de ir ao médico fazer um check-up anual e verificar seus níveis hormonais e pedir um remédio para a TPM. Há dois meses que eu me transformo numa mistura de Odete Roittman com Nazaré durante a minha TPM. Estou preocupada porque nunca fui assim. Eu sempre fui das que fica emotiva e chora porque tropeçou no meio da rua. Sempre foi assim: TPM = choro. É novidade isso de ficar louca da periquita e surtar e ficar irritada a ponto de... desligar o telefone na cara de alguém que gosta de mim e de quem eu gosto. Logo depois da merda feita, me dei conta do quanto eu havia sido... idiota. E liguei pedindo desculpas. Porque geralmente eu estou certa quando brigo com ele (haha), mas eu nunca, nunca dei chilique. E dessa vez eu não estava certa coisa alguma. Então eu peço desculpas porque a vida é curta demais pra se ter orgulho bobo. O moço desculpou e eu expliquei que achava que era TPM e que ia procurar meu médico. Juro que acho que ouvi um suspiro de alívio do outro lado da linha. Porque né, dois meses seguidos aturando meus surtos psicóticos, não há homem que agüente.

E aí recorro à compreensão e simpatia de minhas amigas telespectadora porque só outras mulheres entendem o que é essa fase hormonal na vida de uma mulher. Como eu disse, eu nunca havia me sentido assim, levemente psicopata. Achava, inclusive, que era exagero das mulheres em geral - porque eu sempre acho que mulheres exageram, e mulher exagerada pra mim, só nos filmes do Almodóvar e olhe lá. Mulher-personagem-na-vida-real me irrita profundamente. E mulher-personagem-na-vida-real é o tipo de mulher que corta o pinto alheio e culpa a TPM. Aí eu vivenciei o redemoinho hormonal e vi que não é exagero. Não éééééééé. Zentzie, você fica surtada e quando viu, já foi. Já teve ataque, já falou merda, já descontou em pessoas que não têm nada a ver com seu útero. Eu preferia minhas crises de TPM com choro, porque o choro é meu, o útero é meu e ponto final. Não gostei disso de compartilhar TPM. Mesmo porque homens não entendem. E é fogo. Porque você fica com a imagem de doida, mas AMIGÔ, é HORMÔNIO.

E aí eu penso: os homens não deviam ser mais compreensivos? É por isso que desejo intensamente que todos os homens vivenciem por um dia as agruras da TPM. No mais, se não quer aturar mulher e hormônios em fúria, vá pegar em pau alheio, né. Porque numa boníssima, a matemática é simples: mulher + útero + hormônios = TPM Glenn Close.

10 comentários:

Lilaise disse...

Chu, eu te entendo PENCAS. Porque eu surto. Sabe aqueles dias com as 4 estações do ano? Pois que eu em tpm sou assim: fico psycho, fico emo, pratico ultra-violência com paredes e todas essas coisas lindas.

rá.

Amanda disse...

Eu nuca tive problemas com TMP, mas nos ultimos 2 meses ela veio, e compensou todo o tempo em que eu e ela vivemos separadas. Como a Lilaise disse, meus dias tiveram as 4 estações do ano, briguei com todas as pessoas, e pra piorar ainda mais, briguei justamente com quem nao deveria... :(
Ainda bem que quem realmente importa pra mim foi bastante compreensiva e só me ajudou... :)

e Chu, nao se preocupe, são só alguns dias que vêm, e logo se vão!

Mlle. K disse...

Pois é. Odeio TPM porque eu viro Odete Roitman, Nazaré e Maria do Bairro ao mesmo tempo. Eu quero bater em velhinhos no mercado, eu quero chorar com comercial de margarina, eu quero ligar pra operadoras de telefone só pra brigar, eu quero comer chocolate até nao poder mais e não engordar.
Juro: nem eu me aguento na TPM. Prefiro sumir um pouco do convivio em sociedade.

Beijo, gata!

Pôlo disse...

O que vc falou é certo, é um comportamento "hormônico" (hahuahhaa)! Quando vc começa a conviver um tempo com uma mulher que tem TPM (dessas de surtar de repente), vc fica já meio esperto naqueles dias.

O lance é não levar nenhuma resposta atravessada dela como algo pessoal, e esperar que uma hora passe o furacão. É bom também concordar com quase tudo, inclusive xingar junto "o cara que ficou conversando no celular e não andava com o carro no trânsito", e entender que aquela gotícula que caiu no oceano da vida dessa mulher, naquele momento, fez o mar explodir em 10 mil litros de sangue. (oh yeaaaaah!!! o/)

Fato é que não adianta discutir com mulher surtando em TPM. Os dois saem perdendo. O cara, que fica puto e não sabe nem porquê, e a mulher, que depois chora e se arrepende.

Agora, que nenhum homem se engane, nem tudo nesses surtos é TPM. Às vezes a essência de um surto é real, mas o motivo só ficou exagerado pelos hormônios...hehehe.

That's the catch.

p.s.: Vou lançar um livro chamado "A Essência de um Surto". Gostei do nome.

Croft disse...

Ah, eu sempre surto! Desde a minha primeira menstruação, a TPM sempre me acompanhou.
É horrível, mas acontece. Só que com o tempo fui aprendendo a controlar algumas surtadas me proibindo, por exemplo, de discutir assuntos delicados nessa época e me permitindo comer chocolate até morrer. Porque pára. Aguentar TPM sem comer chocolate não rola, é la muerte.
Se você encontrar algum remédio que acalme a TPM, please, divide com as cálega; faz anos que esse é meu sonho de consumo.

O meu moçoiolo já aprendeu; quando estou na TPM não posso sentir fome, tenho que ter sempre um chocolate à mão e muito, mas moooito sexo, isso me acalma hahaha!
E que não me venha com cara de medinho durante nenhum surto meu, me irrita HAHAHA!

Cereja disse...

Na teoria a TPM so' bate de verdade por volta dos 30 anos de idade, ao menos segundo os meus caros medicos. Antes disso o que a gente tem e' so' amostra gratis do que esta' por vir... bem ao estilo "o gato subiu no telhado".

Pôlo disse...

@cereja - Eu imagino então aquelas pessoas com TPM absura com seus 20 e poucos anos de idade...vão virar hulks aos 35. [medo]

Croft disse...

Ué, mas sabe que comigo pelo menos sempre foi o contrário. Minha TPM era bem mais descontrolada e psycho quando eu era mais nova... Ao menos no meu caso o tempo tem me deixado menos pior hehehe

Mlle. K disse...

Ih, a minha deu uma piorada bem boa depois dos 27...
(tuitando nos comentarios!)

bjomeliga disse...

Bem vinda ao mundo dos hormônios psicóticos. Só nõão vá cortar o pinto, ok?