quarta-feira, 15 de julho de 2009

Ah, como eu queria ter participado disso!

Eu já disse aqui que adoraria que a vida fosse um musical. Ou, ao menos, que algumas partes da vida fossem um musical. Tudo seria bem mais divertido. Se bem que, sabendo bem como a falta de noção impera nessa Terra Brasilis, provavelmente o musical ia acabar virando coreografia das Popozudas. Mas, como o sonho é meu, prefiro pensar que as coisas seriam diferentes.

Estocolmo não é só nome de síndrome. É também a cidade onde parte desse meu sonho se realizou, e se realizou exatamente como eu sempre imaginei. Um começa a dançar uma música legal e, de repente, são centenas fazendo uma coreografia.


É ou não é uma lindeza de se ver?

Mandei pruns amigos da dança, pra ver se alguém se anima a fazer isso no meio do Shopping Eldorado (se fazemos quadrilha de festa junina no meio do shopping, dançar "Beat It" é fichinha), mas é claro que até agora ninguém disse nada a respeito. Porque o pessoal da dança de salão sabe dançar junto, mas quando é pra dançar separado, a maioria tem medo. Vergonha. Eu não entendo isso, mas, até aí, eu não entendo muita coisa nessa vida.

Minha esperança é que na festa que vai rolar nesse sábado, com esse pessoal, todos bebam muito e façam essa dancinha. Vou filmar e postar no site da escola. Minha parte já estou fazendo: vou levar dois drinks bombásticos. Quero ver as fresquinhas fazendo a jogadinha pélvica do Michael no maior estilo!


2 comentários:

Mel disse...

Nem lembro como cheguei ao seu blog, mas acompanho sempre, e concordo com você:
Muito bacana esse vídeo... muito legal a homenagem.
Fiquei pensando se a morte de alguma outra celebridade causaria o mesmo impacto que a morte de Michael Jackson, e acho que não... Ninguém causaria tanto impacto e mereceria tantas homenagens...
Eu também gostaria de ter estado lá... apesar de não saber dançar nada... nada!! :-)

drosofila disse...

Não sou 'da dança', mas eu faria sem hesitar.