quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Tudo bem explicadinho, nos mííínimos detalhes - ou - Encerro por aqui a tal "polêmica"

Vou explicar alguns pontos do post que escrevi, pra deixar bem claro, nos mínimos detalhes, o que eu quis dizer.

Venham comigo!

"Nessa pequena mudança por aqui, deletei vários links de blogs de maquiagem, beleza e moda. Continuo achando moda, beleza e maquiagem legais. Mas estava achando a maioria dos blogs sobre esses assuntos um pé no saco. Uma mulherada cagadora de regras, cheias de afetação"

O que eu quis dizer: Se eu deletei vários links de blogs de beleza e maquiagem significa que não pretendo mais ler esses blogs. Se eu não mencionei que blogs eram, significa que eu não quero ofender ninguém e nem encher o saco de ninguém. Eu também digo que acho a mulherada cagadora de regras e cheias de afetação, já deixando claro qual é o motivo d’eu ter desistido dos links e das leituras dos mesmos.

"Eu não preciso de todo um tutorial pra saber como enrolar um cachecol no pescoço. Não preciso de uma explicação detalhada de como prender meus cabelos no estilo "soltinho""

Comecei a frase usando a primeira pessoa do singular, certo? Ou seja, EU não preciso de tutorial. Ficou claro?

"Faço uns penteadinhos com tic tac há anos. E nem por isso sou trend setter de porra nenhuma. Eu não tenho paciência com mulheres afetadas ou monotemáticas."

Vejam que aí eu revelo parte de minha vaidade: eu uso penteadinhos com presilhas. Admito que não sou trend setter de nada. E reafirmo que não gosto de PESSOAS cheias de afetação e que só falam sobre uma coisa. Em momento algum eu critiquei blogs temáticos. Se alguém leu que critiquei blogs temáticos, indico minha oftalmologista, ela é ótima.

"Aí tem toda aquele lance da puxação de saco entre blogs. Eu ODEIO puxação de saco."

Vou mudar um pouco enfatizando uma outra parte: “EU odeio puxação de saco”. Eu, mais uma vez. Se você acha legal essa lambeção de cu entre os blogs de beleza em geral, ok para você. EU não gosto e EU não leio. Eu não gosto de puxação de saco na vida. Uma coisa é você demonstrar apreço pelas coisas e pessoas. Outra, bem diferente, é puxar saco sem limites. Eu sou carinhosa com meus amigos e pessoas de quem gosto. Mas não sou puxa-saco. Eu NÃO quis dizer que ser carinhoso é feio, gente. ONDE vocês leram isso, nesse texto? Me mostrem, por favor.

"E eu não preciso me constranger ao ler blogs, sabe? Blog é só distração."

Ao dizer “eu não preciso me constranger ao ler blogs” estou, de maneira sutil, insinuando que se me constrange eu não leio. Certo?

"E aí lá ia eu me distrair com algum blog sobre futilidades que eu adoro e era obrigada a ver essa ou aquela blogueira maquiadora e super trend setter ser elevada à categoria de semi deusa do Olimpo dos blogs de beleza."

Olhem como está CLARO que eu GOSTO de blogs sobre as ditas “futilidades”: “e lá ia eu me distrair com algum blog sobre futilidades que eu adoro e era obrigada (...)”. Viram? “blogs sobre futilidades que eu adoro”. O que isso significa? Que sim, eu adoro maquiagens e afins. Eu só não gosto de determinadas afetações, puxações de sacco e cagações de regra das pessoas. E aí eu DEIXO DE LER o blog. E não encho o saco de ninguém.

Aí você vai dizer que eu encho o saco sim porque escrevi um texto sobre o assunto. Hoje estou paciente, então vou, mais uma vez, explicar o óbvio: esse é MEU blog e aqui eu dou a MINHA opinião sobre o que EU bem entender. Se EU quiser criticar a Revista Caras eu vou criticar. Se EU quiser criticar o Domingão do Faustão eu vou criticar.

Eu não consigo entender por que ter opinião sobre as coisas ofende as pessoas. Gente, eu só dei a MINHA opinião. Eu te ofendi? Xinguei sua mãe de rampeira xexelenta? Xinguei sua melhor amiga de boba, feia, fedida e xixicocô? Xinguei ou fui agressiva com alguma blogueira?

NÃO.

Eu não acho que meu blog tenha conteúdo. Eu não tenho essa intenção. Eu escrevo blog diarinho, sempre escrevi, porque gosto. Estou no “mundo dos blogs” desde 2001, 2002. Acreditem, já vi muitas fases desse “mundo”. Já vi muita puxação de saco. Essa “polêmica” aqui e no VnF, os comentários de pessoas que não sabem interpretar texto e não lêem as entrelinhas não são novidade alguma para mim. Se EU não considero o conteúdo de algum blog ou o jeito como a pessoa fala ou escreve legais e eu deixo claro que não leio esses blogs, onde está meu erro? Meu erro está em ter uma opinião e expressá-la? Eu acho exagero SIM haver vídeo explicando como usar um cachecol. Ué, EU acho exagero. Se te serviu, bom pra você. Mas não venha encher o meu saco dizendo que eu considero “bullshit” esse assunto. Não considero “bullshit”. Acho apenas exagerada a forma como alguns blogs de moda que eu não leio mais abordam o tema.

Eu realmente não tenho nada a ver com o dinheiro alheio nem com a maneira como as pessoas gastam seus reais. Por isso eu deixei claro que eu EU acho que algumas meninas exageram. Eu deixei claro que o problema está na falta de limites, no exagero, e não em comprar tal coisa ou em entender sobre tal assunto. Problema é a criação de um monte de regrinhas e chatices para algo tão legal: maquiagem.

A Vic Ceridono, do Dia de Beauté, que trabalha com moda e maquiagem, já disse que essa coisa de regras pra isso e aquilo só limitam as pessoas. Ela, que entende mesmo do que está falando. Ela já disse que o importante é ter noção. E saber usar o que fica bem em você. A Marina, do 2Beauty, que faz uns makes maravilhosos, é super didática e não é nada afetada. Muito pelo contrário. E estou falando de dois blogs temáticos. Estou falando bem. São dois blogs que eu acompanho. As meninas do VnF, inclusive, acham essa coisa de regras e diretrizes uma chatice também.

E com tudo que eu escrevi, por acaso eu disse que as pessoas podem ou não podem usar isso ou aquilo? Não. Eu não disse. Eu deixei claro aquilo que eu não gosto e ponto. Se é difícil para algumas pessoas entenderem ironia, lamento por elas. Se é difícil para algumas pessoas interpretarem um texto, mais uma vez, lamento por elas. Como podem achar que minha sugestão de montar banquinha na Praça da Sé era séria? Alguém já ouviu falar em “sentido figurado”? Como alguém chega no MEU blog e vem me dizer que escolhi as palavras erradas? Eu escolho as palavras que eu quero e penso muito bem antes de usa-las. Os palavrões que uso aqui são deliberadamente usados. Eu não os uso por falta de vocabulário – eu garanto que meu vocabulário é excelente. E a quem reclamou que eu não soube me expressar de maneira inteligente e não expliquei bem meus motivos, e, assim, não soube “comprar a discussão” (que compra? Que discussão?), eu pergunto: está claro assim? Ou será que precisarei também fazer alguns gráficos e ilustrações?


15 comentários:

Loo disse...

posso fazer um powerpoint com desenhos e gatinhos fofos, se ainda assim não ficou claro

Srta.T disse...

Eu fiz um desenho no paintbrush, ficou bonitinho. qué?

Laila disse...

Comecei a ler esses blogs sobre beleza há alguns meses, e ultimamente tenho ficado bastante incomodada com o consumismo de alguns.
Não moro mais no Brasil, e aqui no Canadá as mulheres usam muita maquiagem, mas não conheço ninguém que tenha mais que uns 5 ou 6 batons, ou 4 sombras. E as canadenses usam tudo até acabar.
Adorei seu post.

Joo disse...

Chu, eu coloquei o link do seu post no VnF? porque serviu de exemplo pra mim. Serviu de lembrete que sempre é bom "think outside the box". Não vejo mal em gastar grana nem com make e nem com sair pra dançar; se colecionar latinha de cerveja importada vazia é legal, colecionar pincéis de maquiagem também pode ser. Foi a parte em que a gente discordou.

Mas mesmo discordando desse pouquinho, eu entendo o que te fez escrever aquilo. Eu também sinto o mesmo, assim como a Loo, e a gente já fez fama de "sarcásticas" por isso. Sabe, eu acho que quem coloca a própria cara e as próprias palavras na internet tem que estar aberto a críticas, porque senão não rola. Só que o problema da coisa toda foi que, se você não consegue nem captar o espírito de uma discussão, como é que vai contribuir com algo que preste?

Eu acho sim que é bobo fazer um post dizendo "olha que lindos esses 636784328453 batons que eu comprei ontem" e ponto final, sem nenhuma dica, nem que seja dizendo que os tais batons estão com desconto na loja tal. É isso que te encheu, e me enche também. Eu acho que coerência nunca é demais. Quer um exemplo "ao contrário"? Mesmo quem mete o pau no "consumismo" sem considerar que, às vezes, a pessoa em questão tem grana pra aquilo, recomenda a Marina do 2beauty como "o unico blog que presta", etc. Ok, a Marina tá SEMPRE aparecendo com compras novas. E isso, não é consumismo então? Por que? O fato de o blog dela ser excelente, dela ser super talentosa e merecer até ganhar a vida com isso que é o que ela gosta, além é claro de ela ser uma fofa, faz dela menos consumista? E quem define o que é consumismo? Eu? Vc? A Marina? Acho que isso mostra o quanto os dois argumentos, a favor e contra o "consumismo", são falhos, e todo mundo tem que fazer o que quer DENTRO DOS LIMITES DO SAUDÁVEL. Sério, eu conheço gente (fora da internet, antes que alguém diga algo) que não tem onde cair morta mas gasta o que tem e o que não tem com maquiagem, cabelo, roupas, tratamentos estéticos. Pra mim isso é o retrato do que não é saudável.

A babação de ovo na internet vai mais fundo do que chamar de "linda", acho eu. A internet tá ficando chata e politicamente correta, se você disser que acha sombra azul brega vai aparecer a Liga das Blogueiras Defensoras da Sombra Azul pra te espezinhar. Ninguém mais pode ter opinião, todo mundo fica em cima do muro pra não "incomodar". Ah, e tem o fato que, se vc não chama suas leitoras de "minha flor", já vira mal-educada automaticamente. Isso é a pior faceta do puxa-saquismo blogosférico (uy).

Como falei pra Loo, há vezes em que o argumento "não gosta do blog, só não visitar" é válido, mas aqui ele não funciona MESMO. Se os incomodados devem se mudar, foi exatamente o que vc fez. como escrevi pra uma menina super revoltada que postou no VnF?, acho que todo mundo que tem idade pra escrever um parágrafo deveria conseguir considerar essas coisas.

O post por si só não é polêmico. A dimensão dada a ele é que foi grande. A minha intenção, como eu disse, era fazer pensar um pouco. Não concordo com vc em tudo, mas em quase tudo, e achei a abordagem total legítima.

Era isso. Desculpe o comentário longo, o bafafá e bjs pra vc.

Joo disse...

(pensando bem, em todo o caso, faz um desenho sim)

Natalie disse...

Putz, e vc ainda precisa se explicar???

Tem gente que não sei rs

Carolina disse...

Chu, oi, venho aqui direto, adorei o post e achei alguns comentários completamente sem pé nem cabeça. Não esquenta não, afinal, isso é o SEU blog e NÃO uma democracia.

Bjo

Rê :) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joo disse...

tsc, o povo não lê MESMO. não consegue discordar nem concordar. tô concordando com tudo, fui eu que linkei o post e ainda sou xingada. taqueuspariu, assim eu aprendo.

Joo disse...

E Re, caso vc não tenha entendido, fui eu quem linkou o post da Chu no Vende na Farmácia?por uma única razão: ADOREI O POST. Meu pecado foi escrever um comentário muito grande, né, e textos grandes confundem as pessoas.

Eu leio o blog da Chu há muito tempo e já tive blog diarinho, gostava muito masparei porque não consigo manter dois blogs. Na boa, eu acho SIM que quem coloca blog na web e habilita comentarios tem que saber que pode ser criticado. Se a pessoa nao quer retorno de algum tipo (ainda que seja de gente amiga pra falar um oi, como era meu caso e acredito que seja o caso da Chu) pq simplesmente nao escreve um diario de papel?

E chega, que eu não sou professora de interpretação de texto.

Karina disse...

Para tudo...isso esta muito engraçado...kkkkkkkkk como muitas pessoas são bobinhas...Já estão pegando até as suas brigas....Essa foi boa...

Loo disse...

PowerPoint não será suficiente, acho que Flash será mais detalhista, beijomeliga

Sabrina Mix disse...

Oi, Chu!

Esse lance de apagar pessoas da nossa lista de links sempre gera dor de cotovelo.

Acho que é por isso que não tenho uma lista de links no meu blog. Apenas uma parte de "Leitura" que linka posts que gostei. Nada mais que isso.

Leio meus blogs religiosamente pelo Google Reader e só "linko" aquilo que realmente achar interessante para os meus leitores.

Beijos e sucesso!!!

http://www.sabrinamix.com

Madureira disse...

eu sou fã desde o tempo do cirilo. ih, fudeu, puxei o saco. mas mesmo assim essa blogueira vai ser minha professora de inglês um dia, tá tudo combinado.

Livia disse...

Nossa, que paciência vc teve de explicar parágrafo por parágrafo... Ufa! Te admiro, acho que não teria não.