sábado, 1 de maio de 2010

A saga por professores

Eu imaginava que encontrar um professor de inglês bom seria difícil. O que eu não imaginava é que seria difícil encontrar um professor de inglês que falasse inglês. Pensem no que é entrevistar um professor cujo inglês se assemelha ao do Borat. Assustador. Como alguém assim está dando aulas, meu deus? E a pessoa se formou em Letras. Licenciatura em inglês. Eu fico incrível com isso: muitas faculdades no Brasil dão licenciatura plena em inglês a pessoas que não falam a língua. Faz sentido? Nenhum. Depois desse fiasco, comecei a pré-entrevistar candidatos por telefone. Não conseguiu manter uma conversação decente por telefone? Nem chamo pra entrevista.

Um outro show de horrores são os curriculuns (curricula? curriculi? Não sei o plural, sorry) que recebo. Uma estava começando a faculdade de Letras mas não tinha experiência alguma com aulas. Na verdade a experiência anterior dela era como atendente de loja. E ela tinha inglês intermediário. Claro, você deve arriscar e tentar fazer aquilo que gosta, dou o maior apoio. Mas as pessoas não focam. Se você não tem experiência, tem que procurar alguma escola grande, dessas de franquia, que oferecem treinamento extensivo. Recebi um outro curriculum com o seguinte objetivo: "professora de inglês, vendedora, atendente de telemarketing". MAS HEIN? Foco, tão te chamando ali! Mas a cereja do bolo foi a moça que disse que era "instrutura de inglês e recepicionista". Pra quê revisar o que se escreve, não é mesmo?

E pra matar a saudade de meu querido Borat, aí vai um vídeo. Agora pensem como a entrevista com a professora foi complicada.

3 comentários:

Nilo Sérgio disse...

Não sei onde salvei o link pro curso de inglês. Manda novamente, por favor!...
bjão

Caco disse...

kakakakaka
sabia que isso acontecia em fichas de trabalho e resumé de candidatos a qualquer emprego (coisa mais fácil do mundo é escrever lá que tu é fluente na língua).
mas não sabia que se estendia aos "tchitchirs".

boa sorte aê!!
bjs

Patricia Scarpin disse...

Se eu não estivesse trabalhando iria me candidatar... ;)