segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Pieces of the People we Love

Tem essa música do The Rapture, que eu adoro. Adoro a banda e adoro mais ainda essa música em especial. Sábado, no show, eu pulei muito ao som de "and everybody's gotta a little piece of someone they hide...". Pulei com vontade, pulei com gosto, pulei num momento praticamente meu, em celebração ao que me aconteceu sexta-feira e que me tirou um peso das costas que eu já havia até esquecido que estava ali. Como diria o Ford Prefect em "O Guia do Mochileiro das Galáxias", o ser humano tem uma incrível capacidade de adaptação, principalmente às situações ruins. E foi assim: eu já estava acostumada a carregar um fardo que nunca foi meu. Um fardo que colocaram em minhas costas. Eu já nem me lembrava mais como era respirar sem aquilo. E digo: é bom demais.

I have pieces of all these people I love. I get by with a little help from my friends. Talvez esse post esteja bastante enigmático para muita gente, mas eu sei que vocês, que sabem que fardo foi esse, entenderam. Obrigada por tudo.

Meu Ano Novo já começou. :-D

5 comentários:

Amber F. disse...

Nem me fale em Rapture, não tive a menor condição de sair de casa no sábado, já que uma das minhas maiores amigas casou na sexta e tomar uísque das 10 da noite até às 5 da manhã é uma tarefa que te prejudica por longos dias, sabe?
Quanto ao lance do fardo, não sei se saquei o assunto, mas sei qual é a sensação de tirar das costas algo que carregamos for so long e que na verdade essa tarefa nem era nossa. Então, feliz ano novo pra vc!!

Ariett disse...

Aaaaaah, eu quero saber!

Dani Meirelles disse...

Fardo? Isso era um vodu dos piores.
Acabou. Ufa! Viva o camarote! E viva todos nós, que só queremos ser felizes, andar tranquilamente na favela onde naIScemos.

Paulo Tiago disse...

Faço das palavras da(o) amber as minhas sobre o fado, até porque eu sei bem o que é isso. Bom demais, demais, demais!
E quanto ao show... sabe que eu tenho os discos, The Rapture é gostoso, mas esse Planeta Terra nem me animou tanto, sem contar que o caixa tá foda. Se ano que vem a coisa melhorar, vou pedir pro STF mudar a Constituição para termos falência pessoal no Brasil.

Ricco disse...

Pulei muito, também!