segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Back in black, back to black

Saí ontem de Natal às 09:30. Cheguei em São Paulo depois da meia-noite. Mais uma vez, culpa da Gol. Nunca peguei um vôo da Gol que não atrasasse. E ontem eu saí de Natal, três horas de ônibus até João Pessoa, de onde sairia meu vôo, espera no aeroporto de Jampa, vôo até Recife, vôo até o Rio, sai do avião, espera por quase 3 horas, entra no avião, espera mais. Deveríamos pousar em Congonhas, pousamos em Cumbica, peguei mais um ônibus até Congonhas, táxi até minha casa. Nem preciso dizer que cheguei EXAUSTA. Tudo teria sido mais simples se, no meio da semana, quando eu estava em Jampa, eu não tivesse resolvido voltar pra Natal. Por que decidi voltar? Conto em outro post.

O fato é que sábado, quando eu estava me bronzeando nas areias escaldantes e esvoaçantes de Natal - nunca vi cidade pra ventar tanto. Você vai à praia e volta fantasiada de duna ou de milanesa, a escolha é sua. Bastam dez minutos ao sol para que seu corpo seja coberto por areia. Aí você dá um mergulho, volta pra reaplicar protetor solar e voilá, mais areia. É bom que esfolia a pele. Hum, not really. Mas enfim, lá estava eu, fantasiada de dunas de Genipabu, pensando sobre a vida. Um dia antes de voltar, somente um dia antes de voltar, me deu saudade daqui, da minha família, do meu trabalho. Mas, ao mesmo tempo, eu não queria voltar - afinal, quem gostaria de deixar o calor, praia, vento, mar... pra voltar pra esse caos? O tempo em São Paulo me desanima completamente, sempre.

Mas cá estou eu, enegrecida e tentando desfazer as malas e reorganizar minha rotina. Histórias da viagem, tenho algumas, com certeza. Fotos, tenho em torno de 350, acho que é um número razoável. Dessa vez eu não voltei apaixonada por nenhum rapaz de outra nacionalidade e nem da mesma nacionalidade que eu. Dessa vez a volta não foi um sofrimento. Já estou com saudades do barulho do mar e do buggy. Gente, como é booom passear de buggy! Mas isso também fica prum outro post, com direito a fotos.

E um feliz 2008 pra todos!

2 comentários:

fl disse...

Passear de buggy é muito bom mesmo - com e sem emoção, com eles dizem por lá... mas sobre o tempo em Sampa, só posso dizer que estamos sempre precisando de professoras de inglês aqui no Rio - especialmente as mergulhadoras e dançarinas...

Marie disse...

Ai que delicia!!!! FELIZ 2008!