quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Apareceu a Margarida, olê, olê, olá



Meu marido escolheu trazer a Frida pra mim porque eu havia dito que ela é linda e maravilhosa. E ele quis fazer uma surpresa. A irmãzinha do Malaquias estava bem e com a companhia de outros gatinhos. Não somos pessoas desalmadas que largaram a gatinha lá abandonada.

Até porque, quando fui devolver a Frida não resisti e trouxe a irmã de Malacão (ele já tem apelido) pra casa. Demos a ela o nome de Margarida. E ela é o oposto de Frida. Pede colo, anda atrás da gente, brinca pela casa. Linda! Só não foi lindo ter que lavar a louça hoje com um gato pendurado em cada uma de minhas pernas. Literalmente. Mas enfim, ossos do ofício de ter adotado dois baby cats!

6 comentários:

Fabiane Ariello disse...

A gente sabe que vocês não são desalmados... mas deu curiosidade, né? Eles são lindos! Divirtam-se muito com eles :)

Carol Textor disse...

Lindos os dois!! Amo gatinhos, sobretudo os adotados.
Tbm sou adepta da adoção, tenho dois cães vira-latas deliciososss, fofos e perfeitos! hehehe
E ainda quero mais ;)

.cleozinha. disse...

Tb sei que não são desalmados, e que serão ótimos pais pra esses dois fofos!
Beijo!

Caco disse...

hahahahahah
adorei, adorei, adorei!
felinos são tudo nessa vida!
temos que apresentar Margarida à prima Kate, que mora ali na Cardeal. rs
bjs
M.

Ashen Lady disse...

Ai que fofura os dois juntinhos. Vocês serão muito felizes juntos.

Nilo Sérgio disse...

Pude ver que vocês dificilmente resistiriam à boa vontade. Onde se cria um, cria dois. Além disso, o feminino está em alta!