terça-feira, 26 de outubro de 2010

Frida vai ou Frida fica?

Passei hoje pela pet shop de onde adotei Malaquias. No aquário de gatos para adoção havia mais três junto com a irmãzinha dele. Um preto, um rajado e um branco, rajado e preto lindo e peludo e ai meu deus, que ternura. Liguei pra Thiago e falei sobre os gatos lindíssimos tendo ataques de Felícia. À noite, ao voltar do trabalho, ele traz uma surpresa: resolveu adotar a gata branca, rajada e preta. É fêmea e deve ser uma semana mais velha que Malaquias. É uma bolinha peluda - ela tem pêlos mais longos, deve ter algum parentesco com persa.

Peguei a gatinha, que ficou no meu colo quieta. Várias exclamações de "ai, que linda" depois, coloquei-a no chão. E foi aí que baixou o exu gritador na bichinha. Ela andou pela casa por horas chorando, chorando alto e gritando. Quando não estava fazendo nenhuma dessas coisas, ela estava rosnando para nós (mais para mim, admito). Achamos que Malaquias a receberia bem, afinal, ele é muito bonzinho. Ledo engano. Ele desceu o cacete na bichana, sem dó nem piedade.

Thiago e seu espírito apaziguador tentaram argumentar com os felinos. Ele passou um bom tempo tentando educar os dois, falando que o crime não compensa e que só o amor constrói. Nada disso resolveu. Estávamos tão atarantados com a gritaria que não conseguíamos pensar num nome pra nenê. Depois de Galateia (wtf??), Isolda e Maria, finalmente optamos por algo mais sonoro: Frida. E, claro, Frida tem o mesmo espírito tempestuoso daquela homônima dela, a Kahlo.

Se Frida não aquietar sua pequena periquita, teremos que devolvê-la amanhã. Como não queremos isso, optamos pela pedagogia piagetiano-construtivista de educação infantil: colocamos Malaquias e Frida no banheiro da área de serviço, com comida, água e a caixinha de pipicat. Eles terão uma noite para se entenderem. É quase um BBB felino. Quero acompanhar de perto esse reality show mas Thiago me deu bronca porque toda vez que abro a porta do banheirinho, eles voltam a chorar.

Amanhã eu volto com mais notícias sobre o reality show felino mais quente da história. Será que Frida convencerá Malaquias de que ela é uma gata fofa e linda? Ou será que Malaquias, movido pelo ciúmes, continuará agindo impulsivamente? Não percam, amanhã, nessa grande nave que é o BBB felino!

3 comentários:

.cleozinha. disse...

Mas e a irmã??? Por que vcs não a adotaram? Desculpe-me a intromissão, mas quando ganhei minha gata ela tb tinha um irmão que ficou lá e eu sempre me arrependi disso!
Beijo,
Cléo

Fabiane Ariello disse...

Eu tenho duas gatas, uma de 12 e uma de 9 anos e elas se odeiam. Elas convivem, mas se odeiam (até porque a mais nova gosta de provocar a mais velha). Mas nunca se machucam. Devo dizer que é muito divertido assistir a esse "reality show", como vc disse...

(E em relação ao comentário de cima, tb fiquei curiosa! Pq não adotaram a irmã?)

Kathy disse...

Tbm tenho dois gatos, e já tive uma temporária em casa que depois foi adotada... A adaptação entre felinos não é fácil, pode levar dias ou mesmo semanas, mas eles acabam se aceitando e ficam muito bem juntos, gatos ficam mais felizes com companhias felinas, ainda mais se vcs saem bastante... Eles são muito territorialistas... Dê tempo ao tempo e tudo ficará muito bem, ainda mais sendo ambos tão pequeninos...
Também fiquei pensando na irmãzinha, pobrezinha, mas isso é escolha de vcs...
beijos e boa sorte