quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Uma pessoa melhor

Olha, vou dizer que desde que eu decidi que seria alguém melhor que não se deixa guiar por primeiras impressões ou intuição a respeito das pessoas, eu só me fodo.

Talvez seja melhor eu voltar ao meu old self, aquele que olha pra alguém e pensa "hum, não gostei". Aquele que acreditava em suas intuições e primeiras impressões - que, na verdade, geralmente se mostravam muito verdadeiras.

Essa coisa de tentar ser tolerante não está dando certo. Essa coisa de "fulana parece escrota, mas vou dar uma chance, então até o dia tal eu vou tentar tolerá-la". É, eu estabeleço limites. Até dia tal eu vou tentar suportar a pessoa, depois do prazo e se a pessoa confirmar minha primeira má impressão, então eu posso demonstrar meu dissabor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu sei que sou insuportável. Mas, como eu disse antes, com relação a trabalho eu sou extremamente coerente e extremamente correta. CUSTA ser responsável? CUSTA admitir que fez merda e pedir desculpas? Mas não, a fia prefere me mandar email praticamente me chamando de louca, email com cópia pros alunos, dizendo que "nossa, não estou entendo sua ACUSAÇÃO, eu te mandei email avisando sobre a viagem".

MANDOU, É?

Engraçado é que a pessoa acha que eu fiquei brava por escolha própria. Faz sentido eu ter recebido email avisando e ficar brava e mandar email marcando reunião urgente porque oi, eu preciso saber o que caralhos aconteceu na semana passada? FAZ SENTIDO? Não, né. Porque eu já tenho stress demais na minha vida, não preciso de mais. Tivesse eu sido avisada, não teria ficado brava. Tivesse eu recebido uma ligação telefônica, nada disso teria acontecido.

E ainda manda email com cópia pros alunos. Email esse que quase me coloca como histérica.

Sério, tem horas em que eu fico tão passada e indignada com as reações das pessoas que acho que o melhor é me isolar do mundo mesmo.

6 comentários:

Fabiane Ariello disse...

Tô com raiva dessa mulher por você. Desabafa mesmo! Vaca!

Cereja disse...

Não conheço você, só leio o seu blog e mesmo assim eu tenho que concordar com você sem conhece a outra parte. Completa falta de profissionalismo envolver os alunos nisso. Mesmo que ela estivesse alucinando e achando mesmo que tinha te avisado, não há motivo algum de mostrar a discussão para os alunos. Deixa uma impressão horrível para os seus clientes...

Robson Assis disse...

Isso dá uma raiva sem tamanho, me compadeço dessa parada. Mas, como vc deve saber, ela só envolveu os alunos pra te colocar como louca etc.

Agora, a teoria sobre o prazo para demonstrar dissabor eu vou adotar também, ótima.

Menina Dedê disse...

Se ela mandou e-mail, deve ter cópia pra repassar pra você (tem que guardar, né?, sendo um assunto assim importante).

E esse negócio de mandar cópia pros alunos: o fim!

Simone Westerduin disse...

Chu, menina como eu super te entendo. Até porque eu acredito em karma, e fico me controlando o tempo todo pra tentar ser uma pessoa melhor, pra não falar mal dos outros, não sacanear...enfim só tomo no cú com isso, depois fico indignada, surtando, desacreditando no ser humano. Quem sabe se eu sacaneasse primeiro, não passaria por essa situação né?

beijos

Caco disse...

gente, NOÇÃO é a palavra que deveria definir a próxima década deste século 21. as pessoas estão perdendo-a para sempre - se é que um dia tiveram.
bj