segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Eu nunca li tão pouco em toda a minha vida. Cada livro que deixo de ler me deixa mais desinteressante. Sempre fui ávida leitora, inclusive nos momentos de crise. Mas esse ano não consegui. Não dou conta, fico achando tudo chato. Acho que as redes sociais me deixaram meio burra. Na abertura do programa do Anthony Maravilhoso Bourdain ele fala uma frase que não tem saído da minha cabeça. "I'm always hungry for more".

Eu sempre fui faminta por mais. Mais conhecimento, mais informação, mais leitura. Hoje em dia continuo sentindo fome mas não sei o que fazer com ela. Tento saciá-la mas acabo achando tudo enfadonho. Não escuto mais música, não procuro por novas bandas, estou fora do mundo pop, do rock, de tudo. E aí minha fome acaba se tornando inútil, né. O que fazer com esse apetite por conhecimento se eu ando com preguiça do mundo inteiro? Do novo, do velho, de tudo. Minhas amigas leem tanto, fico me sentindo super mal porque não consigo mais conversar sobre leituras. Só sei conversar sobre seriados. E mesmo blogs e fóruns que falam de seriados são chatos pra mim.

Se tem algo que quero reencontrar ano que vem é meu antigo eu. Aquele interessante, com o apetite quase saciado. Esse eu de agora tá mondrongo demais. Gosto não.

4 comentários:

crankytown disse...

Isso passa viu Camis? Já tive fase assim ;*

Sabrina disse...

até parece que tais me observando, porque descrevesse EXATAMENTE os ultimos meses da minha vida.

Karina Esteves disse...

são os ultimos anos da minha vida.
espero passar, mas não parece q vai.
:(

quefalagentnormal disse...

assinado: lilla

me sinto mega verme, ainda mais porque o tempo que eu costumava gastar descobrindo todas as coisas, hoje em dia gasto pensando merda sobre a vida.

mas vai acabar e aquele lance.