sábado, 11 de agosto de 2007

Nós gatos já nascemos pobres! Porém, já nascemos livres!

Kevin Arnold e Winnie Cooper



Oi gatzinha, ker tc??// Tc de onde, kkkk?//

Eles não namoram: Kevin teve sua virilidade extirpada por um veterinário sanguinário, decisão de minha mãe. Nem muito amigos eles são, acredito que pela frustração de ambos: quando Winnie entra no cio e fica com um fogo na bacurinha que nem leão resolveria, ela bem tenta umas investidas em Kevin que, por sua vez, também tenta umas investidas frustradas em Winnie. Pra vocês verem que vão-se os bagos, fica o instinto. E aí ambos lutam ferozmente pelo meu apartamento: ela quer, ele tenta e não consegue, ela se joga no chão pedindo um alívio para seu furor uterino, ele foge dela e vai se esconder embaixo de minha cama. Por isso que penso seriamente em mandar castrar a Winnie - o problema é que ela é gorda, castrada vai virar o Garfield fêmea. E não me sinto bem em mandar um animal pra castração - parece mistura de tortura com sessão de psicanálise. Mas tenho pensado que é melhor isso do que deixar Winnie-nie (apelidinho carinhoso) sofrer ainda mais por querer saciar seu fogo felino e não poder. Ô dó...

5 comentários:

1worklover disse...

Seus gatos tem nomes compostos...

=O

Ariett disse...

Sim, eu trabalho com o Masili. E você, pelo jeito, conhece a criatura. ô mundo do tamanho de um dedal!

Dani Meirelles disse...

Me deu tanta dozinha de Winnie (U)

:: Fada :: disse...

Olha, nem sempre os gatos engordam com a castração. A minha não engordou nem um grama. Tenho gatos há 12 anos.

Manda castrar sim. Castração de pets é um ato de amor, pois além de evitar o "sofrimento" q vc falou, evita excesso de filhotes sem casa na rua, pois às vezes a gente doa, e quem recebe larga por aí.

Ah, sim. Adoro seu blog... =)

Amber F. disse...

Hahahahahaha... adorei os nomes dos cats.