terça-feira, 18 de dezembro de 2007

De 2004 pra cá...

Ano Novo de 2004: Acho que com minha família. Acho que vendo queima de fogos da Paulista.

Ano Novo de 2005: Em Copacabana, vendo a queima de fogos e chorando feito uma desgraçada por conta de uma desilusão amorosa.

Ano Novo de 2006: Na Bahia, em Arraial D'Ajuda, com duas amigas queridas. Estava bronzeada, feliz e seguiria pra Salvador logo em seguida. Em Salvador eu vivi dias lindos e na Bahia eu comecei uma história que mudou a minha vida.

É tão bom olhar pra trás e ver que tudo na sua vida melhorou... Das amizades aos amores, da vida profissional ao modo como você encara a vida. Acho que às vezes buscamos uma felicidade impossível, toda vez dizendo "se eu tiver aquilo eu serei feliz". Mas o "aquilo", quando chega, é substituído por outro e assim por diante. Eu quero muitos "aquilos" e um "aquele", mas posso dizer que estou feliz do jeito que estou: uma felicidade simples, de agora. Uma felicidade de quem vê que se tudo melhorou até agora, com certeza poderá melhorar ainda mais.

5 comentários:

Paulo Tiago disse...

Confesso que essa perspectiva de Ano Novo me falta, até porque nunca tive nada tão marcante, a não ser um belo abraço ano passado de um bom amigo. Fora isso... só lembro de noites chatas, e um mega porre em 2005. Esse, sim, valeu a pena.

Senhorita disse...

E é essa esperança que nos faz andar pra frente. Ótima reflexão!
E quando chega aqui pelo NE???

Beijos!

Margot disse...

Aaaaah! E vai ser tudo sempre tão mais lindo e colorido pra nova Camilinha :} Escreve o que eu to falando :***

Klein - http://lixomania.zip.net disse...

Eu só consigo desejar um 2008 do caralho pra todos nós, Gata. E já falei que eu quero ser o seu aquele, mas você nem me da bola então eu vou virar padre e ensinar índios tapajós a falar português!

fl disse...

2008 com muita dança e muita viagem e,por que não?,muitos "aqueles" (ainda que provisórios). E, se não conhece, vê se anima em conhecer a Estudantina ou a Elite aqui no balneário. Feliz 2008!