quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Vai trovejar, vai cair, um temporal de amor

(espero que vocês se lembrem dessa maravilha do cancioneiro popular cantada por Zezé di Leonardo e Xororó - eu raramente sei quem é quem)

Eu estava atrasada e tive que pegar um táxi. No meio do caminho, um dos meus alunos me liga pra avisar que nem ele e nem o colega de classe dele irão à aula. Projeto, sei lá, essas coisas chatas de consultores. Não houvesse um terceiro aluno na turma, eu pediria ao taxista que desse meia volta e me levasse novamente para casa, onde eu poderia recolocar meu pijama e voltar a dormir. Mas há o terceiro aluno, e cá estou. A questã é que o tal terceiro também não veio. E não me avisou. Eu ainda não entendi por que raios alguns alunos não me avisam sobre suas ausências em aula. É tão simples não deixar a professora com cara de palhaça esperando por alguém que nunca chegará: basta ligar pro meu celular. Ou mandar sms. Todos os meus alunos têm o meu número - exatamente pra me avisarem acerca de alguma eventualidade. Mas não, alguns preferem me deixar aqui, esperando. É verdade que eu recebo do mesmo jeito; mas, pensem cá comigo: se a pessoa me avisa cedíssimo, eu posso continuar dormindo. E dormir é um das minhas prioridades de vida. Acordar tarde é um privilégio, ainda mais hoje, com essa chuvinha. Então, amiguinhos, aprendam: se vocês tiverem um professor particular e precisarem faltar na aula, avisem-no. Não custa nada e vocês ainda mostram consideração. Não é um mimo?

9 comentários:

Lilaise disse...

Chu, quando você chegar, tira essa roupa molhada e a gente ouve Leandro & Leonardo. E sim, EU. GOSTO.

*sai correndo*

Nina disse...

Se servir de consolo, ficar plantada esperando clientes que não avisam - e nem chegam - é quase que uma especialidade minha. Mas o pior é que além de ficar esperando por cinquenta minutos a criatura, as alternativas são: ou olhar o teto ou aventurar-se em assistir Tv na sala de espera, sob olhares curiosos dos demais pacientes da clínica. Até que aprendi, e agora sempre levo palavras-cruzadas na bolsa.

A.S. disse...

Eu vou te dizer que eu nunca ligo...

letycia disse...

Olá! Leio seu blog há um tempo...nem sei como o achei, mas sempre volto aqui pra dar uma espiada no que vc escreve. Nunca comentei porque nunca tem nada a acrescentar, mas acho legal um feedback de vem em quando, só para contabilizar sucesso...
Sou de Brasília e adoro seu jeito de "contar" a vida.
Até mais.

Chu disse...

Lila, se você prometer que não ser a minha toalha e nem o meu cobertor, eu tiro a roupa molhada.

Nina, eu geralmente fico na internet. Ou leio algum livro. Still... Eu preferia estar em casa.

Alf, você não é aluno particular e nem parte de um trio de empresa. Você tem aula em escola, aí é diferente.

Letycia, comente sempre! :-)

Blog Lokiparsifall disse...

Bom em primeiro lugar, eu sou um visitante frequente do seu blog...

Acho que ainda não comentei por aqui.

Mas vida de professor é cruel mesmo né?

Você dá aulas de inglês moça?

Até logo

Chu disse...

Blog Lokiparsifall (noffa!), vida de professor às vezes é cruel, mas eu gosto! Sim, dou aulas de Inglês. Entrei no seu blog e não tem nada lá, é greve, é?

Gabriel disse...

Desculpe...

Acabei comentando com pressa e ficou logado com minha conta no blogger...

Estou pensando em mudar sabe atualmente meu blog é http://lokieoparsifall.wordpress.com .



Ahh legal saber que você dá aulas, eu to precisando melhor a minha conversação.

Qualquer coisa me passa um e-mail e agente conversa - o meu é parsifall.gabriel@gmail.com

Obrigado por responder viu!

Lacerad disse...

ODEIO gente que não avisa e te deixa esperando. Aliás, um dia a gente poderia começar a ser sério neste país e ligar pras pessoas mesmo quando vai atrasar 15 min.